POSSUIR

Por Pedro Du Bois | 2/21/2013 11:00:00 AM em |

Da chave possuo o segredo:
         mistério entreaberto
         na porta solidificada

de onde estou
         até você
             o tempo se transforma
             em distância
                                  e nos afasta
                                  em passados sentimentos

despossuído em marcas assinaladas
do que chamo tempo me agarro
em lembranças encordoadas

o corpo pende no espaço
e derrubo em segredo
a chave em que me revelo.

(Pedro Du Bois, inédito)

4 comentários:

  1. Guaraciaba Perides on 21 de fevereiro de 2013 13:07

    A poesia é a forma de se descobrir sem se revelar...fica nas entrelinhas o sentido do que se quer dizer.
    Um abraço

     
  2. Ana Bailune on 21 de fevereiro de 2013 17:14

    Boa tarde. Lindos versos...

     
  3. John L.S. on 26 de fevereiro de 2013 13:25

    Ótima construção!

     
  4. Pedro Du Bois on 7 de março de 2013 12:08

    Grato, amigos, por suas leituras e retornos. Abraços, Pedro.

     


O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Feeds RSS

Receba as novidades do Vale em Versos em seu e-mail

Livros do Vale

Apoiamos

Adicione

Arquivos