DESCOBERTA

Por JURA | 11/14/2009 07:20:00 PM em |

Felicidade é tão rara
rarefeita
feita de prazeres sutis, efêmeros.

Felicidade é quietude
tudo imponderável
estável por instantes.

Felicidade é tão clara
rara, estreita
feita de quase, só.

1 comentários:

  1. Eryck Magalhães on 14 de novembro de 2009 20:24

    Belo poema, a palavra posta no lugar exato, insubstituível. Sensibilidade à flor da pele.
    Parabéns!

     


O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Feeds RSS

Receba as novidades do Vale em Versos em seu e-mail

Livros do Vale

Apoiamos

Adicione

Arquivos