EU NÃO SOU EU

Por Fabiano Fernandes Garcez | 2/11/2010 06:38:00 PM em , , , |

.
  
Eu não sou eu, sou outro
E outro que não o outro, que não eu
Eu sou outro e outro e
                         outros tantos e eu

Se sou eu que é outro
                        o eu que sou também não sou eu
Com tantos eu, outro e outros eus,
            como posso olhar algo e dizer: isso é meu?

Como pode ser meu,
se o eu que sou não sou eu?
Quando eu digo meu,
o eu pode estar se referindo ao meu que é do outro
o outro que não sou eu,
então, esse algo é seu!

Mas se sou eu e outro
                        o outro também sou eu
Aquilo que é seu é meu!

Eu Fabiano, Fernando, Carlos
            que diferença faz, se todos os outros sou eu

Eu sou o outro e os outros
            sem deixar de ser eu
      sou eu e sou outro
            e os outros sou eu

Mas os outros que não o outro,
que não os outros outros
que não eu, também sou eu?

Diálogos que ainda restam p. 43 

1 comentários:

  1. JURA on 11 de fevereiro de 2010 20:05

    Bem interessante essa fragmentação do eu, lembra muito Mário de Sá-Carneiro
    belo poema

     


O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Feeds RSS

Receba as novidades do Vale em Versos em seu e-mail

Livros do Vale

Apoiamos

Adicione

Arquivos