ADMITO QUE PERDI

Por MusicOrama | 5/30/2012 07:48:00 PM em |


Admito que perdi.


Sim, Pablo, admito que perdi:
a mão,
o jeito,
o metro,
me perdi em meu leito;
enquanto sonhava,
alguém me realizava.


E o amor, de tão real, se mostrou
bruto,
concreto,
inflexível,
incapaz.


Sim, Pablo, admito que perdi:
a conta,
o fio,
a meada;
o meio
pra votar a ter um jeito.


E meu leito, onde mergulho perfeito,
continua cheio de sonhos.

0 comentários:


O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Feeds RSS

Receba as novidades do Vale em Versos em seu e-mail

Livros do Vale

Apoiamos

Adicione

Arquivos