Charuto cubano

Por Vale em Versos | 5/10/2009 11:46:00 AM em , , |

Uma lágrima seca escorreu-me de canto
e o canto do pintassilgo emudeceu na gaiola
Minha cachaça perdera o gosto quente
exposta ao sol dos dias
Mesmo uma pimenta aberta no prato
caçoava minha coragem
Senti desconforto
E sob meus pés,
o vácuo das manhãs sem sal provocava saudades
É contínua a direção dos ventos
segundo os sonhos...
seguindo sempre somente e só...

Os apoios que me sustentam
são espinhos tristes, sanções expressionistas
cenários de Van Gogh
Meu peito dilatado
ressalva as atitudes corriqueiras nas janelas
temperadas de línguas

E sobre a rede (...)
... e sobre a rede
Somente um legítimo charuto cubano
fazia-me companhia
e entre um trago e outro
trago saudades
Ao fundo,
...solos de blues

Solos de blues
à tarde

As araucárias choravam suas perdas
e as folhas caíam como eu...
Solitariamente

Clebber Bianchi – Taubaté/SP

0 comentários:


O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Feeds RSS

Receba as novidades do Vale em Versos em seu e-mail

Livros do Vale

Apoiamos

Adicione

Arquivos