Para Piva

Por Fabiano Fernandes Garcez | 7/04/2010 06:02:00 PM em , , , |


Ah! Menino-demônio
Anjo-velhaco
Pegaste o elevador fantástico
para pousar na brilhante neve infernal

Esporra essa metralhadora giratória de impropérios
em minha boca torta
em meu ouvido invisível
em meus orifícios violados
em meus poros pudicos
para que junto de ti e ao sol roxo de vergonha
eu deixe distanciar minha inocência
em mais um tapete voador

1 comentários:

  1. Tonho França on 4 de julho de 2010 21:38

    Fabiano, bela e justa homenagem ao Piva, poeta que deixa uma lacuna eterna em nosso cenário.
    Com tristeza,
    tonho

     


O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Feeds RSS

Receba as novidades do Vale em Versos em seu e-mail

Livros do Vale

Apoiamos

Adicione

Arquivos